Dois grandes projetos de referência mundial para a questão da inclusão social. Um na cidade do Rio de Janeiro e o outro em Montreal. Ambos são incentivados por órgãos municipais e governamentais e, apesar de serem distintos entre si, aproximam-se  através do seu objetivo principal: disponibilizar ambientes voltados  à produção e provocação de experiências coletivas e individuais, interligando educação, arte e cultura.

Um deles, o “MAR”  em plena atividade e outro, o “MMFA”, com um novo anexo ao complexo do museu, que está por vir em 2017 (chamado 5o Pavihão).

MAR 1

MAR: Museu de Arte do Rio

O museu faz parte do projeto “Porto Maravilha” (revitalização da área portuária do Rio de Janeiro) e tem o intuito de promover uma leitura da história da cidade. O complexo, criado pelo escritório carioca Bernardes + Jacobsen, possui 15 mil metros quadrados e abrange duas épocas diferentes da arquitetura. São dois prédios interligados por uma passarela de vidro e uma cobertura em forma de onda, totalmente diferentes.

Recentemente inagurado (em março de 2013), o museu funciona como um espaço proativo com atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais – sob a forma de exposições, catálogos, programas em multimeios e educacionais.

Sua missão é a de inscrever a arte no ensino público, por meio da Escola do Olhar: prática educativa e exercício de pesquisas que tenham como ponto de partida o escopo conceitual do Museu de Arte do Rio: História da cidade, história da arte, educação em museus e cultura visual.

A iniciativa é da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Fundação Roberto Marinho, com a Vale e as Organizações Globo como Patrocinadoras e o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

MMFA: O Museu de Belas Artes de Montreal

MMFA: O Museu de Belas Artes de Montreal

Considerado um dos museus mais populares no Canadá. Anualmente, mais de 700.000 visitantes acessam gratuitamente suas coleções enciclopédicas, suas exposições originais, que combinam artes plásticas, música, cinema, moda e destaque para exposições de design.

Milhares de estudantes e pessoas da comunidade já participam de seus programas educacionais e culturais.

O MMFA lançou um concurso de arquitetura para a construção de um novo pavilhão: 5th Pavilion. Depois de um rigoroso processo de seleção, o júri escolheu por unanimidade Manon Asselin e Jodoin Lamarre Pratte Architects para projetarem o novo pavilhão de arte.

Dedicado aos velhos mestres da arte moderna, o projeto está previsto para inauguração em 2017 e será parte das comemorações do 375o aniversário da cidade de Montreal.

Cheio de cubismo, o edifício irá relatar uma preocupação de integração urbana.

Suas instalações proporcionarão reuniões educacionais e culturais, principalmente voltados ao público das escolas locais.
Será o único museu onde o o público poderá descobrir gratuitamente, em todos os momentos, obras de artistas como Veronese, El Greco, Rembrandt, De Heem, Snyders, Poussin, Claude, Tiepolo, Boucher, Gainsborough, Reynolds, Chassériau, Bouguereau, Daumier, Corot, Picasso, Monet, Sisley, Rodin, Renoir, Matisse, Van Dongen, Giacometti, Dix, Rouault, Picasso.

Financiado pelo Governo do Quebec, o novo edifício vai exigir um investimento de R$ 18,5 milhões.

Todas as características do projeto, modelos e fotos serão liberados para o público e para a mídia em uma apresentação especial durante a Montréal Day Museus, dia 26 de maio no MMFA.

Em breve retornaremos com novo post sobre esses detalhes!

Para maiores informações e outras curiosidades sobre o espaços acima, acesse aos sites:

MAR: www.museudeartedorio.org.br

MMFA:  www.mbam.qc.ca

Related Post


0 comentário sobre “MAR e MMFA: Educação, Cultura e Arte para todos”

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Patrimônio Cultural

O que realmente importa no Patrimônio Cultural?

O que realmente importa no Patrimônio Cultural? Se você está lendo este post, é porque você se interessa por Patrimônio Cultural. Mas nem todo mundo se importa com esse tema. Aliás, a maioria das vezes Leia mais…

Patrimônio Cultural

Canoas: Interstícios de uma Ferrovia

Recentemente, os historiadores Israel Tavares Boff e Airan Aguiar, que desenvolvem pesquisas relativas a Canoas e ao contexto socioeconomico da região metropolitana no século XIX, escrutinaram vasta documentação do Poder Legislativo de Porto Alegre, encontrando Leia mais…

Literatura

Entrevista com Zilá Bernd: A representatividade de João Ubaldo Ribeiro

O baiano João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro,  escritor, jornalista e roteirista, formado em direito, faleceu no último dia 18 de julho de 2014. João Ubaldo era o 7º ocupante da cadeira número 34 da Academia Brasileira de Letras Leia mais…