Route de Soi

Foto: Nádia Maria Weber Santos

Por ocasião do 81º Congresso da ACFAS (Association francophone pour le savoir), de 6 a 10 de maio, no campus da Université Laval, na cidade de Québec/Canadá, aconteceu a exposição multimídia La Route de Soi, no EXPOLAB – espaço de tecnocultura do LAMIC (Laboratoire de Muséologie et d´ingénierie de la Culture de l´Université Laval).

A exposição, que foi concebida a partir de um projeto de pesquisa realizado em parceria pelos professores Catherine Bertho Lavenir (de l´Université de la Sorbonne Nouvelle) e Phillipe Dubé (atual diretor do LAMIC e professor do departamento de história da Univ. Laval), apresentou os diários de viagem da quebequense Anne-Marie Palardy, quando viajou pela Europa entre 1907 e 1923.

Foto: Nádia Maria Weber Santos

Foto: Nádia Maria Weber Santos

O resultado museográfico, assinado por Phillipe Dubé, é simples, elegante e inusitado: o público descobre aos poucos, através da evocação da narrativa da viajante, uma mulher do pequeno vilarejo de Chicoutimi/Québec, que vai ao encontro da ‘modernidade’, curiosa por tudo o que a Europa poderia oferecer.

Em uma sala retangular branca, à meia-luz, e em cujas paredes maiores passam constantemente filmes sobre o período em questão, estão expostos sete objetos/esculturas em papel (concebidos para a exposição pela artista plástica Julie Picard), também brancos, cada um contendo um título e uma temática referentes a um dos “carnets de voyages”.

A cada momento distinto, acende-se a luz de um dos objetos e ouve-se a “voz” de Anne-Marie, que narra, diretamente de seu diário, episódios de suas viagens.

Foto: Nádia Maria Weber Santos

Foto: Nádia Maria Weber Santos

A questão de fundo, ligada à noção de “escrita-de-si”, que norteou os pesquisadores nesta exposição, resume-se em pensar como apresentar um material intangível como as impressões escritas de viagem, na medida em que restam materialmente apenas pequenas cadernetas de notas e algumas fotografias da época. O resultado foi surpreendente, bonito e eficaz.

Ver maiores detalhes sobre a exposição em:
http://www.acfas.ca
http://www.celat.ulaval.ca
http://www.lapresse.ca

Related Post


1 comentário sobre “La Route de Soi, uma exposição experimental”

Philippe Dubé · 25 de maio de 2013 às 21:59

Merci Nadia pour cette aimable couverture médiatique. J’ai fait circuler ton article auprès de l’équipe. Belle collaboration, Philippe

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Patrimônio Cultural

O que realmente importa no Patrimônio Cultural?

O que realmente importa no Patrimônio Cultural? Se você está lendo este post, é porque você se interessa por Patrimônio Cultural. Mas nem todo mundo se importa com esse tema. Aliás, a maioria das vezes Leia mais…

Patrimônio Cultural

Canoas: Interstícios de uma Ferrovia

Recentemente, os historiadores Israel Tavares Boff e Airan Aguiar, que desenvolvem pesquisas relativas a Canoas e ao contexto socioeconomico da região metropolitana no século XIX, escrutinaram vasta documentação do Poder Legislativo de Porto Alegre, encontrando Leia mais…

Literatura

Entrevista com Zilá Bernd: A representatividade de João Ubaldo Ribeiro

O baiano João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro,  escritor, jornalista e roteirista, formado em direito, faleceu no último dia 18 de julho de 2014. João Ubaldo era o 7º ocupante da cadeira número 34 da Academia Brasileira de Letras Leia mais…