Mulheres de Machado

Nesta terça-feira às 14h30min, o  grupo cênico Teatro Com Todas as Letras se apresenta na reunião de grupos de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Bens Culturais do Unilasalle.

Intitulada “Mulheres de Machado“, a peça é uma homenagem ao centenário de morte de Machado de Assis (2009).

As personagens Marcela e Virgilia (do livro Memórias Póstumas de Brás Cubas, 1881), Evarista (do livro O Alienista, 1882), Rita (do conto A Cartomante, 1894), Capitu e Sancha (do livro Dom Casmurro, 1889) e Flora (do livro Esaú e Jacó, 1904) encontram-se para tomarem um chá e conversarem sobre suas aventuras e desventuras. Elas são apresentadas pelo próprio Machado de Assis.

O texto é uma livre adaptação de falas das personagens e dos narradores das obras citadas. Ao final, elas perguntam ao seu autor sobre sua preferência, ao que ele responde ver em todas a sua amada esposa falecida. Então, é a vez do autor prestar uma homenagem a Carolina declamando o poema homônimo.

Quando: dia 21 de maio de 2013

Onde: Auditório Ir. Bruno Ruedell, entro Universitário La Salle

Hora: 14h30min

 

 


0 comentário sobre “Teatro Com Todas As Letras”

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Divulgação de eventos

Arte Sesc promove intensa agenda em Canoas no mês de março

Arte Sesc promove intensa agenda em Canoas no mês de março Programação contemplará espetáculos de teatro e música, oficinas, literatura e cinema   O Arte Sesc – Cultura por toda parte preparou ampla programação cultural Leia mais…

HQs e cultura nerd

O jovem Freud e a análise dos sonhos

Por Marcelo Franco Que as histórias em quadrinhos podem assumir um importante papel no desenvolvimento cognitivo e intelectual do indivíduo, já está comprovado. Mas, além disso, as HQs continuam se destacando no campo educacional, onde Leia mais…

Divulgação de eventos

Universos Paralelos

Universos Paralelos – dois mundos se colidiram   Será possível unir cultura pop com sala de aula? Histórias em quadrinhos e práticas educacionais? Seria estranho comentar que é isso seria possível? Em abril de 2016, Leia mais…